HAVANA: O QUE FAZER

2
419
Malecón - Havana

 

Colaboração de Erika Casal e Renata Paladino

Para nós, 3 dias foram o suficiente para curtir a cidade. Abaixo listamos os locais e atrações que conhecemos.

  • Praça da Revolução: local importante pela história do país pois era lá onde Fidel fazia seus discursos. As pessoas ficavam no grande pátio enquanto Fidel subia as escadas em frente ao grande monumento para discursar. De lá é possível avistar dois ministérios da cidade, com as imagens de Camilo e Che Guevara.
Praça da Revolução - Havana
Praça da Revolução – Havana
Praça da Revolução - Havana
Praça da Revolução – Havana
Praça da Revolução - Havana
Praça da Revolução – Havana
  • Fábrica de Arte Cubano: antiga fábrica, que ficou fechada durante anos, e hoje abriga um grande e imponente centro cultural, com galeria de arte, espaços para exposição, shows, gastronomia e danças.
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
Fábrica de Arte Cubano
  • Malecón: nada mais é do que um mega calçadão na baía de Havana. Ele tem quilômetros pra percorrer e passa por vários bairros. Vale um passeio por ali. Além da vista ser bem bonita, no caminho tem várias praças e restaurantes à beira mar.
Malecón - Havana
Malecón – Havana
Malecón - Havana
Malecón – Havana
  • Armazén San Jose: Esse sim é um lugar ótimo para turistas que querem gastar pouco. Ao lado do armazém tem um restaurante bem legal com música ao vivo e bem baratinho, cerca de 4 CUC’s o prato. E dentro está a melhor parte: todo aquele artesanato que você viu durante a viagem você encontra lá. Os preços são melhores que em Varadero, Cayo Largo e Trinidad por exemplo. Então aproveite esse lugar para ir às compras, mas negocie tudo! Não pague nada de primeira – você nunca vai pagar o preço inicial. Tem casa de câmbio lá dentro também, então se acabar o dinheiro cubano mas ainda faltarem algumas lembrancinhas, fique tranquilo.
Armazén San Jose
Armazén San Jose
  • Cañonazo: primeiro de tudo: não dá para ir a pé. Caímos nesse conto e acabamos perdendo a atração. Antigamente, a cidade era fechada às 21 horas através de um disparo de canhão feito pelos espanhóis que sinalizavam o acontecimento. Essa rotina se mantem até os dias de hoje para relembrar a história local. Mas atenção: é preciso pagar cerca de 8 dólares (não lembramos exatamente o valor) para ouvir uma explicação e uma encenação da época. Como chegamos tarde e não pudemos entrar, ficamos do lado de fora aguardando o disparo do canhão e ouvindo toda a explicação que um taxista nos deu. Durante os 20 minutos de apresentação, pessoas vestidas com roupas oficiais da época representam a cerimonia que é finalizada com o disparo de, somente, um tiro de canhão. Sinceramente: como perdemos esse passeio procuramos vídeos na internet que relatassem a cerimonia e chegamos a seguinte conclusão: apesar de ser histórico, é coisa para “turista ver”. Mas isso é opinião de cada um. 😉
  • Capitólio– Edifício que já foi sede do governo de Cuba. Hoje, funciona como biblioteca e sede da Academia Cubana de Ciências. O prédio está fechado a uns dois anos para reforma mas vale muito a pena apreciar sua beleza arquitetônica externa.
Capítólio - Havana
Capítólio – Havana
  • Hotel Nacional: é o hotel mais antigo e tradicional de Cuba. A sensação é de estar em um museu devido a sua arquitetura antiga ainda preservada. Muito procurado por turistas pois tem bares, restaurantes e lojas. Site: hotelnacionaldecuba.com
Hotel Nacional - Havana
Hotel Nacional – Havana
Hotel Nacional - Havana
Hotel Nacional – Havana
Hotel Nacional - Havana
Hotel Nacional – Havana

E aí, gostaram? Faltou algum lugar? Contem pra gente!

beijos!


Fechando sua viagem através dos links dos parceiros disponibilizados no nosso site, você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog. Todos os nossos afiliados foram testados antes de recomendarmos e usamos o serviço deles sempre em nossas viagens. 😉

HospedagemNosso parceiro Booking.com possui hospedagem em todo o mundo e ainda é possível comparar os preços e localização. Sempre leve em consideração, também, a avaliação feita por alguns hospedes. Afinal, é sempre bom ouvir a opinião de pessoas que já tiveram a experiência, né?! O Booking também possui opção de cancelamento gratuito e de pagamento direto no check-in.

carroMuitas vezes, alugar um carro é uma necessidade, né?! Mas antes de qualquer coisa, é muito importante comparar os preços das locadoras. Nosso parceiro RentCars faz isso por nós. De forma rápida e segura, eles comparam todos os preços e ainda cobram em Reais, sem cobrança de IOF! Se precisar, pode pagar dividir o pagamento no cartão de crédito ou conseguir um desconto para pagamentos à vista, através do boleto bancário. Clique aqui e compare os preços.

seguro viagemFundamental em qualquer viagem, seja nacional ou internacional, o seguro viagem é indispensável para garantir a tranquilidade durante a viagem. Para conseguir a melhor tarifa entre as seguradoras do mercado, nossa parceira Real Seguro Viagem, faz essa comparação online e consegue as melhores tarifas. Também aceita pagamento parcelado no cartão de crédito ou consegue desconto para pagamento ã vista, no boleto bancário. Escolha o plano que melhor se encaixa nas suas necessidades e garanta uma viagem tranquila.

AviaoPassagem aérea é sempre um desafio pois os preços oscilam muito rápido e as vezes temos problemas para entender o site das companhias aéreas por estarem em outro idioma. Gostamos muito do Viajanet e fechamos uma parceria com eles. Além de pesquisar as melhores tarifas do mercado, comprando pelo site do Viajanet você tem toda a assistência que precisar de forma rápida e em português!

SimCardA EasySim4U é nosso parceiro testado e aprovado de chips no exterior. Atendimento de confiança e em português. Nada melhor que chegar no destino já com o seu chip em mãos e funcionando, né!? Clique aqui e veja o plano que melhor se adequa a sua necessidade e já efetue a compra online mesmo.


2 COMENTÁRIOS

  1. Oi, meninas! Adorei o blog e os posts sobre Cuba, são muito valiosos para quem está planejando a viagem! Gostaria de saber uma coisa, vocês pagaram restaurantes em CUPs ou CUCs? E atrações como museus etc, podem ser pagas em CUPs também?
    Beijos

    • oi Isabela, desculpe a demora em responder mas estávamos viajando.
      Então… na verdade para passagens de ônibus e comprar algo na rua é fácil o uso de CUP’s o que é mais aceito, mas nesses outros lugares como museus você encontrará na própria bilheteria os valores informados em ambos e restaurantes normalmente no cardápio é informado o preço em CUC’s.
      Na maioria das casas de câmbio vc encontrará ambos para compra, mas para estrangeiros o habitual é o CUC’s.
      espero que tenha ajudado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.