Capítulo 15: Me rendi. Fui pro hospital…

0
648

Resumo rápido:
– cheguei tossindo, ganhei uma máscara, ainda na recepção
– triagem
– emergência (daquelas com baias separadas por cortinas)
– fiz teste com esse aparelhinho da foto (peak flow meter) para medir a força do ar entrando e saindo dos pulmões
– fiz nebulização
– fiz RX de tórax
– fui liberada em 2 horas (contando da hora que paramos o carro)
– ganhei outro peak flow meter para continuar a testar em casa e saber quando minha respiração estará normal
– ganhei todos os comprimidos que preciso para o tratamento

Ah… Hospital público….

EDIT: recebi uma reclamação depois de explicar que a gente paga $150 por mês (para a família) pelo sistema de saúde aqui então vou colocar a informação aqui pra esclarecer:
– o hospital é público, o que não significa que seja gratuito, assim como as universidades públicas que são todas pagas.
– converter o valor do que pagamos para real não é correto uma vez que pagar $150 é menos de um décimo de um salário mínimo em BC e R$450 equivale a o que, metade do salário mínimo no RJ? Não faz o menor sentido.
– isso sem citar mil outros detalhes e benefícios se eu fosse comparar essa emergência até mesmo com hospitais particulares no Brasil.
Acho que ficou claro agora. 😉

Beijos!

Cassie Sicuro

canada.br@blogsoviagem.com.br


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.