Capítulo 4: O desabafo de uma imigrante

2
876

Eu já estava aqui pensando no meu próximo post quando parei para ler essa matéria: http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL1234058-17083,00-BRASILEIROS+APROVEITAM+POLITICA+E+VIRAM+IMIGRANTES+DE+LUXO+NO+CANADA.html

Ok. Ela é antiga mas andou circulando bastante esses dias pelo Facebook. A primeira coisa que preciso contar é: não vivo em um conto de fadas. Sair do país requer muito planejamento e muita coragem. E por que? Porque você vai começar do zero (a não ser que você já saia com um super emprego e a vida “garantida” – o que também não existe).

Pensem comigo…. Sair da sua casa, deixar sua família, amigos, emprego, seu país. Mudar para um lugar onde ninguém te conhece. Onde por mais que você domine o idioma, você não é um deles. Você não sabe quem é o jogador de hockey mais bem pago do Canadá nem o apresentador de talkshow mais bem sucedido. Você não tem crédito bancário, você não tem referências, você é apenas um imigrante.

Meu marido e eu já passamos dos 30 anos. Então, mesmo que a gente estude muito, trabalhe muito e tudo siga de acordo com nossos planos, nunca seremos daqui.

Todo esse risco é especialmente pensando nas crianças. Eles podem não ter nascido no Canadá mas ainda terão muito tempo pela frente. Eles podem se sentir em casa, eles podem adquirir essa bagagem cultural que falta para nós. E eu vou falar. Isso faz toda diferença.

Somos imigrantes de luxo sim. O Canadá quer mão de obra qualificada. Quer famílias com filhos. Sua população está ficando mais velha e o futuro precisa de gente como nós.

Chegar aqui não é fácil. Muita burocracia, muita exigência. Se você não for o perfil, simplesmente tem o processo negado.

Por que estou escrevendo tudo isso? Porque o mundo aqui fora não é cor-de-rosa. Porque de repente parei pra pensar que quando eu morava no Brasil, achava tudo lindo fora. Porque a gente tende a pensar que pra essas bandas de cá não tem nada de errado, não tem problema. Claro que tem! O Canadá não é a perfeição mas certamente está anos luz na frente do Brasil.

Para terem uma ideia, estou nesse minuto dentro de um ônibus, digitando esse texto em meu iPhone 6 sem medo de ser feliz. Olho em volta e a grande maioria das pessoas está com seus telefones na mão também ou com fones nos ouvidos. Lá na frente, apesar de o ônibus estar cheio (com gente em pé), os assentos de prioridade estão vazios.

Já vi muita coisa estranha por aqui. Com certeza ainda farei um post sobre isso. Mas dessa vez, meu objetivo era deixar tudo muito claro.Problemas existem em qualquer lugar do mundo. Até mesmo naquele que parece sonho. Mesmo assim, siga seu sonho, corra atrás do seu futuro. Seja no Brasil ou fora!

Até o próximo post! 🙂

Cassie Sicuro

canada.br@blogsoviagem.com.br


2 COMENTÁRIOS

  1. Admito que costumo idealizar muito a vida no Canadá. É uma terra pela qual já sou apaixonado, mesmo sem nunca ter posto os pés. Sei também que isso pode ser perigoso e costumo me policiar. Me identifico com você porque também irei começar do zero. Zero mesmo, minha formação e experiência de trabalho pouco, ou nada, irão valer quando estiver por aí. De publicidade e propaganda, vou pular para química laboratorial, sendo que às vezes penso em soldagem. Sei que, independente da decisão, vai ser uma luta, que vai exigir muita dedicação e até alguma abdicação. Enfrentar o meio acadêmico e o mercado canadense é uma ideia que me faz tremer, ao mesmo tempo de anseio e vontade.

  2. Ola Paulo!
    Sem duvida mudar de país e de vida exige muita coragem e disposição.
    Sempre digo que foco é força são fundamentais.
    Estude bastante seu projeto e siga em frente!
    Muito sucesso e vai dando notícias para a gente!
    Beijos
    Cassandra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.